20,13 – Purgatório

20,13 – Purgatório, um filme de Joaquim Leitão

Sinopse:
Guerra do Ultramar, Norte de Moçambique, 24 de Dezembro de 1969. Uma patrulha percorre a picada, de regresso ao aquartelamento, trazendo um prisioneiro. Estão cansados, avançam sob um calor sufocante, estão desejosos por chegar e têm um dos seus, ferido. Avizinham-se também as festividades, para matar por umas horas a saudade e iludir a tristeza de estar longe, da guerra. Contam que terão uma noite em paz, sem tiros, dado o costume da trégua tácita em noite e dia de Natal. Mas não será uma noite tranquila. A mulher do Capitão (Adriano Carvalho) vem passar o Natal e é visível o mal-estar entre os dois. O prisioneiro aparece morto durante a noite e um dos soldados também. E sem se saber porquê, começam a ser bombardeados por todos os lados. Uma noite em que a violência da guerra se sobrepõe à violência das paixões e um alferes (Marco D’Almeida), que tem de defender uma guerra na qual não acredita, tenta encontrar fios de lógica e desvendar os segredos dos inexplicáveis acontecimentos da noite.

Ficha Técnica:
Realização: Joaquim Leitão
Argumento: Tino Navarro, Luís Lopes e Joaquim Leitão
Produtor: Tino Navarro
Ano: 2006
Género: Drama, Guerra
Duração: 114’

Elenco:
Marco D’Almeida (Alferes Gaio)
Adriano Carvalho (Capitão)
Carla Chambel (Esperança)
Maya Booth (Leonor)
Ivo Canelas (Médico)
Júlio César (Tenente-Coronel)

Nomeações:

Globos de Ouro, Portugal (2007) – Melhor Actor (Marco D’Almeida)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivado em: Filmes

Coloque um Comentário



Pode criar uma imagem para mostrar com o seu comentário Gravatar.