A Janela (Maryalva Mix)

A Janela (Maryalva Mix), um filme de Edgar Pêra

Sinopse:
Largo de Santo Antoninho. Boa noite. Bairro da Bica. “António!” grita uma sombra feminina. Facadas. A vítima foge pelos carris do elevador até que chega, ofegante, às Ruínas da sua (?) própria Memória. Seis aparições femininas – representadas pela “mesma” actriz – assomam à sua janela com diferentes versões sobre a vida e as personalidades de um tal António, boémio da Bica, amante, esposo (?), fadista, vendedor de pentes ao vintém e de outros extraordinários artefactos (entre os quais um fabuloso e lendário elixir!).

Ficha Técnica:
Realização: Edgar Pêra
Argumento: Edgar Pêra, Lúcia Sigalho e Manuel João Vieira
Produtor: Paulo Branco
Ano: 2001
Género: Comédia, Drama
Duração: 104’

Elenco:
Lúcia Sigalho (Marya Fantasma, Júlia Bulldozzer, Sara York, Marya Española, Mirita Jacqueline Ginja, Maria de Fahtima)
Manuel João Vieira (Antónyo Santynho)
Nuno Melo (Antónyo Xoramyngas)
Miguel Borges (Antónyo Anymal)
João Didelet (Antónyo Levezyto)
José Wallenstein (Antónyo Tanguysta)
Nuno Bizarro (Antónyo Sekretista)
Edgar Pêra (Senhor Ego) (voz)

Festivais em que participou:
International Film Festival Locarno, Suiça (2001) – Secção Cineastas do Presente
Festival de Montreal, Canadá (2001) – “Nouveau Cinéma, Nouveaux Media”
Ljubljana Festival, Eslovénia (2001)
Globos de Ouro, Portugal (2002) – Melhor Filme, Melhor Actor (Manuel João Vieira) e Melhor Actriz (Lúcia Sigalho)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivado em: Filmes

Coloque um Comentário



Pode criar uma imagem para mostrar com o seu comentário Gravatar.