“Até ao Tecto do Mundo” – Hollywood Film Festival

Até ao Tecto do Mundo” vai estar presente no 12th Hollywood Film Festival, no próximo dia 26.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivado em: Festivais de CinemaNotícias

Comentários (4)

Trackback URL | Comentários RSS Feed

  1. Sofia diz:

    Andamos a estudar artes para ver isto… cores e traços.

    Tanto orçamento dado pelo ica (basta consultar o site) 150 mil euros!!! Para isto, quem for entendido em animação vê perfeitamente que é um filme feito num programa vectorial, ou melhor animação rapida e com limitações de rotação etc…nao é animação tradicional se fosse justificava o dinheiro envolvido…Como é possivel neste pais darem tanto e apoio sem no minimo controlarem preço / qualidade. Trabalho na área do audiovisual de estudio de tv, por mais despesas (facturas + factuas) não é possivel estes gastos. Gastos de fazer um filme (animação rapida) + som + tecnicos +passagem para pelicula == muito §§§§. Ainda com mais co _produção de Espanha pelas indicações do ica.

    Andamos a estudar artes para lançar projectos na qual as produtoras apostam em receber muito e pagar pouco a quem trabalha e aos artistas, corrupção simplesmente.

  2. Olá Sofia,

    Sinceramente não percebo nada de animação, por isso, não posso discutir contigo este tema. Aquilo que sei em relação ao filme “Até ao Tecto do Mundo” é muito pouco, sei que é a primeira longa-metragem de animação portuguesa e também o primeiro filme em todo o mundo com uma nova tecnologia de animação vectorial 2D utilizando estruturas de animação, com um contexto tecnológico de produção que foi objecto de investigação no Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro. Também sei que tem tido uma enorme aceitação em festivais de cinema… Não estou a pôr em causa o que dizes, mas confessar que estou um pouco curioso para ver o resultado final.

    Podias ter escrito esta mensagem no artigo do filme, aqui. Ficaria mais visível.

    Caso tenhas alguma animação interessante que queiras ver aqui postada, por favor entra em contacto comigo.

    Muito obrigado pelo teu comentário. 😉

  3. Luís diz:

    Olá Edgar Marcelino,

    Dizer que é “o primeiro filme em todo o mundo com uma nova tecnologia de animação vectorial 2D utilizando estruturas de animação, com um contexto tecnológico de produção que foi objecto de investigação no Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro” é uma afirmação, se não falsa, pelo menos muito exagerada.

    O programa que os animadores estão a utilizar no video, chama-se actualmente Anime Studio e há uns anos atrás chamava-se Moho.
    Anime Studio na Wikipedia
    É um programa comercial estrangeiro vendido há vários anos internacionalmente, não tem nada a ver com a Universidade de Aveiro, que provavelmente só fez pesquisa entre os vários programas de animação que existem (e existem vários que utilizam esta tecnologia).
    Ou seja, esta “tecnologia” não é nova e é banal.

    Como a Sofia diz, este tipo de animação é mais fácil e rápida, por isso é geralmente utilizado mais para séries, publicidade ou curtas com baixo orçamento.
    Por isto pode ser que esta seja a primeira longa-metragem do mundo a utilizar este método, apesar de achar pouco provavel. Como não fiz pesquisa, não posso dizer o contrário, mas por isso mesmo não digo que a afirmação que citei é falsa.

    De resto, do que vi não gostei do grafismo e o tipo de animação já se sabe (apesar de ser possivel suavizar), mas acho que o filme vale pela tentativa.
    Como diz a Sofia, tirando todo o dinheiro com que as produtoras ficam e pagando mal às pessoas, acho que actualmente só mesmo em 2D Digital é que se conseguia fazer uma longa-metragem em Portugal.

  4. Caro Luís,

    Como já tinha dito à Sofia, eu não tenho grandes conhecimentos técnicos em animação, por isso não posso aprofundar muito o assunto.
    Mas em relação à citação em causa, posso garantir-lhe que não é exagerada e muito menos falsa. A citação não é minha! Retirei-a de uma notícia e esqueci-me que meter entre aspas. Foi assim que o filme foi apresentado à comunicação social e é assim que o filme está a ser apresentado nos festivais de cinema em todo o mundo, por isso, se a citação fosse exagerada já se saberia. Não estou a por em causa tudo o que escreveu, até porque mostra perceber muito do assunto, mas aconselhava a fazer umas pesquisas sobre o filme e certificar-se que “é a primeira longa-metragem de animação portuguesa e também o primeiro filme em todo o mundo com uma nova tecnologia de animação vectorial 2D utilizando estruturas de animação, com um contexto tecnológico de produção que foi objecto de investigação no Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro”.

    Muito obrigado pelo comentário.

    Um Abraço

Coloque um Comentário



Pode criar uma imagem para mostrar com o seu comentário Gravatar.