Categoria: Clássicos Cinema Português

João Ratão

João Ratão, um filme de Jorge Brum do Canto

Sinopse:
A partir de uma opereta, a história amorosa dum soldado português, João Ratão (Óscar de Lemos), que regressa da frente de batalha na Flandres, sendo envolvido em intrigas motivadas pela inveja.
Quanto a Vitória (Maria Domingas), uma rapariga do povo que namorara através de cartas escritas por outros…
Evocação do patético cenário da guerra (1914-18), e a faina dos madeireiros, no deslumbrante Vale do Vouga.

Maria Papoila

Maria Papoila, um filme de Leitão de Barros

Sinopse:
Maria Papoila (Mirita Casimiro), uma rapariga humilde e de bom coração, vem servir para Lisboa. Aqui conhece Eduardo (Eduardo Fernandes), um recruta por quem se apaixona e que julga ser da sua condição social. Namoram até descobrir que afinal Eduardo não só é um rapaz rico como também tem namoro com uma rapariga da sua classe, Margarida Noronha Baptista (Maria Cristina).

Aniki-Bóbó

Aniki-Bóbó, um filme de Manoel de Oliveira

“Aniki-Bóbó” foi a primeira longa-metragem realizada por Manoel de Oliveira

Sinopse:
Dois garotos, os Carlitos (Horácio Silva) e o Eduardinho (António Santos), gostam da mesma rapariga, a Teresinha (Fernanda Matos). Um é audacioso, brigão, atrevido; o outro é de carácter tímido, bom, sossegado. A rivalidade vai-se acentuando e, um dia, para agradar à sua apaixonada, Carlitos rouba, uma boneca. Teresinha sente-se inclinada para ele até que um dia, numa inocente brincadeira, Eduardinho escorrega por um talude e cai ao lado de um comboio que passa. Todos pensam que Carlitos o empurrou e todos passam a afastar-se dele, enquanto Eduardinho sofre numa cama de hospital. Carlitos pensa em fugir num barco ancorado no cais de Massarelos, mas tudo se esclarece por intervenção do dono da “loja das tentações” que vira o acidente e que, no final, tira todas as suspeitas de cima do jovem Carlitos. E os garotos lá puderam de novo jogar aos polícias e ladrões, ao jogo do Aniki-Bobó…

Ficha Técnica:

O Pátio das Cantigas

O Pátio das Cantigas, um filme de Francisco Ribeiro

Sinopse:
“O Pátio das Cantigas”, realizado por Francisco Ribeiro (Ribeirinho), é uma das melhores comédias do cinema português e ficará para sempre na retina do espectador através das cenas “Oh Evaristo, tens cá disto”, entre Vasco Santana (Narciso) e António Silva (Evaristo) e “Boa Noite, dá-me um bocadinho do seu lume se faz favor”, a célebre cena entre Vasco Santana e um candeeiro de rua. Reunindo o mais brilhante conjunto de actores cómicos do cinema português, Vasco Santana, Ribeirinho e António Silva, estes filmes são um remédio santo para os neurasténicos e batem todos os recordes de gargalhada. Ria como nunca riu, ria com gosto!

Página 2 de 212