Categoria: Festivais de Cinema

FESTin 2011

De 26 de Abril a 1 de Maio, o Cinema São Jorge recebe a 2.ª edição do FESTin – Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa, iniciativa organizada pela Padrão Actual, em co-produção com a Fundação Luso-Brasileira e o Cinema São Jorge.

Com entrada gratuita, o FESTin 2011 integra 78 produções dos 8 países da CPLP, homenageando nesta edição o país anfitrião, Portugal.

Para além das secções de competição de curtas e longas-metragens, o programa inclui uma retrospectiva de filmes João Botelho, as mostras temáticas “Olhares sobre Portugal” e “Cinema para a Inclusão”, mesas-redondas e oficinas para crianças e jovens.

Para mais informações visite o site oficial do festival. Para ver o programação completa dos filmes seleccionados, siga este link.

Take Two – Festival de Curtas Metragens

EDIT: O Take Two – Festival de Curtas Metragens foi cancelado, devido ao reduzido número de inscrições.

Pelo segundo ano consecutivo, o Departamento Cultural da Associação de Estudantes da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (AEFEUP) está a realizar um Festival de Curtas-Metragens – Take Two. A este festival está associado um concurso, que visa a participação de estudantes que frequentem qualquer instituição de ensino superior sediada no Porto.

O Festival terá lugar na Galeria da Embaixada Lomográfica do Porto, na Rua do Almada, nº542, a 5 minutos da estação de metro da Trindade, nos dias 11 e 12 de Maio.

Este festival poderá ser a oportunidade de revelação ou manifestação de talentos desassossegados que poderão despontar o gosto pela cultura no seio académico.

O júri oficial do evento será composto por personalidades convidadas pela equipa de organização do festival, sendo também o responsável pela selecção dos vencedores:

  • Pedro Serrazina: Premiado em ’96, em Cannes, pela sua curta-metragem de animação “Estória do Gato e da Lua”, desde então foi distinguido com mais 15 prémios.
  • André Badalo: Venceu recentemente o prémio para melhor curta-metragem com “Shoot Me”, no festival de cinema independente de Milão.
  • João Machado Vaz: Guitarrista da banda portuguesa “Os Azeitonas” e professor auxiliar na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto.

Claro está que, sendo este Festival de Curtas-Metragens também um Concurso de Curtas-Metragens, haverá prémios. A organização irá atribuir prémios ao 1º classificado e duas menções-honrosas. Como primeiro prémio a organização irá atribuir uma Câmara Reflex Digital Canon EOS 500D + EF-S 18-55 mm IS + Estojo + SD 4GB + Livro e ainda um kit “A Vida É Bela – Surpresas Aventura”. As menções-honrosas, vencem um kit “A Vida É Bela – Surpresas Aventura”, cada.

Para fazerem o download do regulamento e ficha de inscrição visitem www.aefeup.pt. Concorram!

Vencedores do 17º Festival Caminhos do Cinema Português

Terminou ontem, dia 23 de Novembro, a 17ª Edição do Festival Caminhos do Cinema Português. Aqui fica a lista dos vencedores de 2010. Para mais informações visitem a página oficial do festival aqui.

Júri Oficial
Grande Prémio Cidade de Coimbra – 48 de Susana de Sousa Dias
Melhor Longa Metragem – Um Funeral à Chuva de Telmo Martins
Melhor Curta Metragem – Vicky and Sam de Nuno Rocha
Melhor Animação – Viagem a Cabo Verde de José Miguel Ribeiro
Melhor Documentário – Pare, Escute, Olhe de Jorge Pelicano
Prémio Revelação – O Conto do Vento de Cláudio Jordão

Júri Caminhos
Melhor Actor: Ivo Canelas no filme “Desavergonhadamente Real”
Melhor Actor Secundário: Nuno Lopes no filme “Efeitos Secundários”
Melhor Actriz: Rita Martins no filme “Efeitos Secundários”
Melhor Actriz Secundária: Beatriz Batarda no filme “Como Desenhar um Círculo Perfeito
Melhor Realizador: Gonçalo Galvão Teles no filme “Senhor X”
Melhor Direcção Artística: Artur Pinheiro no filme “Como Desenhar um Círculo Perfeito
Melhor Argumento Original: Nuno Rocha no filme “Vicky e Sam
Melhor Argumento Adaptado: Tiago Sousa no filme “Embargo
Melhor Fotografia: Pedro Patrocínio e Frederico Miranda no filme “Memórias de Fogo”
Melhor Guarda-roupa: Susana Jacobetty no filme “Kinotel”
Melhor Caracterização: Maria Almeida (Nani) no filme “Kinotel”
Melhor Montagem: João Braz no filme “Fantasia Lusitana
Melhor Som: Pedro Lima no filme “Viagem a Cabo-Verde”
Melhor Banda Sonora: Bernardo Sassetti no filme “Como Desenhar um Círculo Perfeito

Júri Ensaios Visuais
Prémio Ensaios Visuais – Sinfonia dos Loucos de Vasco Mendes
Menção Honrosa – Ida de Retorno de Lourenço Viana

Júri da Federação Internacional de Cineclubes
Prémio D. Quijote – 48 de Susana de Sousa Dias
Menção Honrosa – Senhor X de Gonçalo Galvão Teles

Júri de Imprensa
Prémio de Imprensa – Um Funeral à Chuva de Telmo Martins

Festival BRAGACINE

A 8ª Edição do Festival Internacional de Cinema de Braga – BRAGACINE – decorre entre os próximos dias 8 e 11 de Novembro de 2010, na Universidade do Minho – Campus de Gualtar.

Para saberem o programa oficial do festival visitem este link.

Aqui fica o spot institucional:

Cinema Português no Festroia

A 26ª edição do Festroia – Festival Internacional de Cinema de Setúbal exibe, de 4 a 13 de Junho, 190 filmes, oriundos de 40 países.

Apesar de não existir nenhum filme português na competição oficial do festival, o cinema português marca uma forte presença. Na secção Grandes Realizadores Europeus está o cineasta mais velho do mundo, Manoel de Oliveira, com o filme Singularidades de Uma Rapariga Loura. O filme Uma Aventura na Casa Assombrada, de Carlos Coelho da Silva, está na secção Panorama Juvenil.

Rogério Samora será homenageado no Festroia 2010

Os filmes inseridos na secção Cinema Português são: A Bela e o Paparazzo, de António Pedro Vasconcelos, A Nossa Última Conversa, de Miguel Peres, A Religiosa Portuguesa, de Eugène Green, Cinerama, de Inês Oliveira, Nocturna, de Francisco Carvalho, O Último Condenado à Morte, de Francisco Manso, Os Sorrisos do Destino, de Fernando Lopes, Pare, Escute, Olhe, de Jorge Pelicano, e Shoot Me, de Marco Badalo.

Para secção Curtas Sadinas foram seleccionadas 4 curtas: The Boleia, de Ricardo de Almeida, Hope, de Pedro Sena Nunes, Those Happy Days, de Ricardo Almeida e Emanuel Nevado, e Era Assim a Vida Naquele Tempo, de Alberto Pereira e João P. Amaral.

Nesta edição, o Festroia, volta a homenagear uma figura do cinema português, atribuindo o prémio Golfinho de Carreira ao actor Rogério Samora, que neste ano comemora 30 anos de carreira. Rogério Samora torna-se o quinto actor português a receber tal distinção, depois de Ruy de Carvalho, Raul Solnado, Joaquim de Almeida e Nicolau Breyner.

Aqui fica o link do festival.

André Badalo premiado no Festival de Milão

Terminou no passado dia 11 de Março o Festival Internacional de Cinema de Milão, onde estava seleccionado uma curta-metragem portuguesa, “Shoot Me“, de André Badalo. É a segunda vez, na história deste conceituado festival, que um filme português entra na competição oficial. O primeiro a conseguir tal proeza foi António Ferreira, com o filme “Respirar Debaixo d’Água“.

André Badalo saiu de Milão com uma distinção: Prémio do Público na categoria Melhor Curta-metragem.  É importante frisar que é uma produção independente, portanto, sem apoio do ICA. O filme é protagonizado pela Maria João Bastos, Ivo Canelas e Philippe Leroux, e conta a história de um triângulo amoroso nas vésperas de um casamento.

Parabéns André!

A actriz Maria João Bastos com o realizador André Badalo

Cinema Português no Festival de Cinema de Badajoz

Maria de Medeiros

Arranca hoje a 16ª edição do Festival Ibérico de Cinema de Badajoz, que decorre até dia 16 de Maio. O cinema português marca presença no festival que é considerado um dos mais importantes da Península Ibérica, em curtas-metragens. Foram seleccionadas 4 curtas-metragens portuguesas:”3×3” de Nuno Rocha, “Canção de Amor e Saúde” de João Nicolau, “Passeio de Domingo” de José Miguel Ribeiro, e “Tony” de Bruno Lourenço.

Nesta edição está prevista uma retrospectiva de curtas-metragens portugueses realizadas nos últimos quinze anos. Aos obras programadas são:  “14 Segundos e um Tico, no Caminho para a Escola” de Marco Martins, “A rapariga no espelho” de Pedro Fortes, “A Suspeita” de José Miguel Ribeiro, “Dois Dragões” de Margarida Cardoso, e “Os salteadores” de Abi Feijó.

A homenagem deste ano vai para a actriz, realizadora e cantora portuguesa Maria de Medeiros. Depois de ser homenageada nos festivais de Veneza, Cancún e São Paulo, chegou a ver de um festival Ibérico reconhecer o devido valor da actriz de “Pulp Fiction”.

A curta “Shoot Me”, de André Badalo, em competição no Festival de Milão

BadaloShoot Me

 

 

 

 

 

 

 

A curta-metragem “Shoot Me“, de André Badalo, foi seleccionada para a competição oficial do Festival Internacional de Cinema de Milão. O festival já está a decorrer desde ontem, dia 05, e termina no próximo dia 11 de Maio.

O filme conta a história de um triângulo amoroso em vésperas de um casamento e tem como protagonistas Maria João Bastos, Ivo CanelasPhilippe Leroux.

Página 2 de 101234567...Última »