Categoria: Filmes Completos

Escolhas

Escolhas, um filme de André Macieira

Veja esta curta-metragem na íntegra.

Sinopse:
Num tempo congelado, um homem redescobre-se. Uma trágica angústia que encurrala os humanos num beco de escolhas sem saída, onde todas as variáveis entram em jogo. Quando o Amor se sobrepõe ao Destino, as consequências são imprevisíveis.

A Ideia

A Ideia, um filme de Alexandre Franco

Veja esta animação na íntegra.

Chasin’ The Bird

Chasin’ The Bird, um filme de Luís Campos, Hugo Moreira e Humberto Rocha

Veja esta curta-metragem na íntegra.

Sinopse:
Um toxicodependente que vê-se forçado, pelo seu vício, a ceder o único objecto de valor que o prendia ao passado, uma grafonola que herdou do seu pai. Porém, no exacto momento da troca, os seus olhos fixam-se no trompete que o seu vizinho russo transporta e a partir daí o seu quotidiano altera-se por completo. Será o vício mais forte que o prazer? 

Ana

Ana, um filme de Rui Costa e Paulo Varela

Veja esta curta-metragem na íntegra.

Sinopse:
Uma mulher apaixonada, uma ideia perfeita e um psicólogo vulnerável.
ANA é o poema: ficcionada a partir de uma dor real, é reinventada e amada por alguém que a viu nascer na dor de outro. 

Dies Irae

Dies Irae, um filme de João Morais Ribeiro

Veja esta animação na íntegra.

Sinopse:
Um tipo, a quem podemos dar o nome de X, leva uma vida monótona com trabalho, família e futebol. Mas um dia o clube perde…

Má Fila

Má Fila, um filme de Francisco Antunez e Carlos Pedro Santana

Veja esta curta-metragem na íntegra.

HEPICAT

HEPITAC, um filme de Nuno Portugal

Veja esta curta-metragem na íntegra.

Sinopse:
Um filme sobre a incomunicabilidade de dois mundos.

A Noite Saiu à Rua

A Noite Saiu à Rua, um filme de Abi Feijó

https://www.youtube.com/watch?v=JWeXgG9_0yo

Veja esta animação na íntegra.

Sinopse:
As noites são dias escondidos do outro lado dos nossos desejos. Mas algumas permanecem como sombras flutuantes a deformar as imagens indefesas do quotidiano.
Rostos feridos de ausência, figuras hirtas de silêncio, terras salpicadas de sangue… E vão morrendo adormecidos, indiferentes, até que as manhãs aconteçam.

Página 4 de 171234567...Última »