Categoria: Filmes

A Espada e a Rosa

A Espada e a Rosa, um filme de João Nicolau

“A Espada e a Rosa” – Estreou no passado dia 7 de Abril de 2011

Sinopse:
Manuel (Manuel Mesquita) despede-se das rotinas da sua vida lisboeta e embarca numa caravela portuguesa do séc. XV governada pelas leis da pirataria. Uma traição a bordo desencadeia uma série de acontecimentos terríveis que o protagonista atravessa sem beliscar os seus princípios morais. 

Quinze Pontos Na Alma

Quinze Pontos Na Alma, um filme de Vicente Alves do Ó

“Quinze Pontos Na Alma” – Estreia Nacional no dia 7 de Abril de 2011

Sinopse:
Lisboa. Princípio da noite. Um dia igual aos outros. Simone sai do trabalho atrasada para uma festa. Tem vinte minutos para chegar a Oeiras. Assim que entra no Viaduto Duarte Pacheco, vive um estranho acontecimento irá mudar a sua vida para sempre. Um homem de trinta anos, Guilherme, está pronto a saltar. Simone sai do carro e aproxima-se tentando salvá-lo. Qualquer coisa os une. Um beijo. Simone abre os olhos mas já não o vê. Ficou com o último beijo deste homem que agora quer conhecer.
Agora, numa cidade repleta de mistérios, Simone tenta descobrir quem é aquele homem, vivendo uma aventura para lá da sua imaginação. Um mistério que se transforma em obsessão. Simone introduz-se na família de Guilherme e faz-se passar por namorada, amante, mulher procurando conhecer o homem que nunca chegou a ter. Simone tinha um marido, uma casa, uma vida perfeita. Agora tem um sonho que não pretende deixar fugir mesmo que isto signifique deixar tudo para trás. Guilherme é o resgate do sonho, do perigo, do desafio, porque às vezes ter tudo não chega.

E o Tempo Passa

E o Tempo Passa, um filme de Alberto Seixas Santos

“E o Tempo Passa” – Estreia Nacional no dia 10 de Março de 2011

Sinopse:
Teresa é uma actriz de telenovela. O reencontro de uma velha paixão traz-lhe memórias que ela própria julgava perdidas, levando-a a questionar não apenas a sua vida afectiva, mas também as suas opções profissionais. No estúdio onde decorrem as gravações, o labor quotidiano é pontuado pela agitação de um grupo de jovens actores.
Afinal, todos perguntam: onde está a felicidade?

Complexo, Universo Paralelo

Complexo – Universo Paralelo, um filme de Mário Patrocínio

“Complexo – Universo Paralelo” – Estreou no passado dia 13 de Janeiro de 2011

Sinopse:
Documentário sobre o dia-a-dia no maior aglomerado de favelas do Rio de Janeiro. Este é o resultado de 3 anos de vida no Complexo do Alemão, a vida de gente normal dentro de uma realidade quase desconhecida.

O Estranho Caso de Angélica

O Estranho Caso de Angélica, um filme de Manoel de Oliveira

O mais recente filme de Manoel de Oliveira, “O Estranho Caso de Angélica“, foi eleito o 8º melhor filme de 2010 para a revista norte-americana “The New Yorker”.

Sinopse:
Uma noite, Isaac (Ricardo Trêpa), jovem fotógrafo, hóspede da pensão de Dona Rosa na Régua, é chamado de urgência por uma família rica para tirar o último retrato da filha da mesma, Angélica (Pilar López de Ayala), uma jovem que morreu logo após o casamento. Na casa em luto, Isaac descobre Angélica e fica siderado pela sua beleza. Quando coloca o olho na objectiva da sua máquina fotográfica, a jovem parece retomar vida, apenas para ele. Isaac fica instantaneamente apaixonado por ela. A partir daí, Angélica atormentá-lo-á noite e dia, até ao esgotamento.

O Barão

O Barão, um filme de Edgar Pêra

“O Barão” – Estreia Nacional no dia 20 de Outubro de 2011

Sinopse:
Baseado na novela homónima de Branquinho da Fonseca e no conto “O Involuntário”, do mesmo autor, “O Barão” retrata a vida de um barão, ditador e caciquista, arrogante e controlador, misógino e cruel, uma personagem draculesca raramente vista no cinema português.

Dom Roberto

Dom Roberto, um filme de Ernesto de Sousa

Dom Roberto“, a única longa-metragem de José Ernesto de Sousa, estreou a 30 de Maio de 1962 no cinema Império. O filme foi seleccionado para o Festival de Cannes, em 1963, onde recebeu o prémio: Menção Especial do Júri do Melhor Filme para a Juventude.

Sinopse:
A vida miserável de João Barbelas (Raúl Solnado), um vagabundo sonhador, a quem os miúdos alcunham “Dom Roberto”, por exibir fantoches. Conhece Maria (Glicínia Quartin), rapariga com passado triste, julgando inocentemente ter arranjado habitação para ambos. O amor, a alegria de viver… Porém, a felicidade é traiçoeira: João e Maria perdem a casa que nunca for a deles, mas conservam a esperança e a ternura, embora a fome continue a persegui-los.

José e Pilar

José e Pilar, um filme de Miguel Gonçalves Mendes

“José e Pilar” – Estreou no passado dia 18 de Novembro de 2010

Sinopse:
A Viagem do Elefante, o livro em que Saramago narra as aventuras e desventuras de um paquiderme transportado desde a corte de D. João III à do austríaco Arquiduque Maximiliano, é o ponto de partida para José e Pilar, filme de Miguel Gonçalves Mendes que retrata a relação entre José Saramago e Pilar del Río.
Mostra do dia-a-dia do casal em Lanzarote e Lisboa, na sua casa e em viagens de trabalho por todo o mundo, José e Pilar é um retrato surpreendente de um autor durante o seu processo de criação e da relação de um casal empenhado em mudar o mundo — ou, pelo menos, em torná-lo melhor.
José e Pilar revela um Saramago desconhecido, desfaz ideias feitas e prova que génio e simplicidade são compatíveis. José e Pilar é um olhar sobre a vida de um dos grandes criadores do século XX e a demonstração de que, como diz Saramago, “tudo pode ser contado de outra maneira”.

Página 7 de 23« Primeira...45678910...Última »