Dot.com

Dot.com, um filme de Luís Galvão Teles

YouTube Preview Image

Sinopse:
Águas Altas. Este é o nome de uma pequena e bela aldeia portuguesa do interior. Composta por gente humilde, Águas Altas está prestes a ser o centro do mundo. Tudo porque uma multinacional sediada em Madrid quer reclamar o nome do seu site para lançar uma água com o mesmo nome. Mas no interior da aldeia há quem queira vender o site à multinacional e quem, por outro lado, se mostre irredutível. Um diferendo que cai nas bocas do mundo e que arrasta uma enorme tempestade mediática e uma intervenção directa do Primeiro-ministro português. Está nas mãos dos aldeões gerir uma questão de identidade nacional perante a «invasão» espanhola.

Ficha Técnica:
Realização: Luís Galvão Teles
Argumento: Suzanne Nagle e Luís Galvão Teles
Produtor: Luís Galvão Teles
Ano: 2007
Género: Comédia
Duração: 98’

Elenco:
João Tempera (Pedro)
María Adánez (Helena)
Marco Delgado (Victor)
Isabel Abreu (Ana)
Margarida Carpinteiro (Luísa)
Lia Gama (Clara)
José Eduardo (Mário)
Maria José (Maria Madalena)
Tony Correia (Osvaldo)
Pedro Alpiarça (Inácio)

Prémios:
Caminhos do Cinema Português, Portugal (2008) – Prémio do Público
Hola Lisboa – Festival de Cinema Ibérico-Americano, Portugal (2008) – Melhor Fotografia

Nomeações:
Festival de Fotografia para Cinema Madridimagen, Espanha (2007) – Competição Internacional
Festival Internacional de Fort Lauderdale, EUA (2007)– Em Competição
Festival Internacional de Sacramento, EUA (2008) – Melhor Argumento e Melhor Fotografia
Festival de Cinema de Sevilha, Espanha (2008) – Competição Eurimages

Outros festivais em que participou:
Festival de Cinema do Rio, Brasil (2007)
Festival Internacional do Cairo, Egipto (2008)
Festival Latino-Americano, EUA (2008)
Chicago Irish Film Festival, EUA (2008)
FICA – Festival Internacional de Cinema do Algarve, Portugal (2008)
Festival de Cinema Cinequest, EUA (2008)
Festival de Galway, Irlanda (2008)
Festival de Goa, Índia (2008)
Festival de Sedona, EUA (2008)
Festival Tiburón San Francisco, EUA (2008)
Festival de Memphis, EUA (2008)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivado em: Filmes

Comentários (9)

Trackback URL | Comentários RSS Feed

  1. Cris diz:

    Bem…vi o trailler 🙂
    Parece ser um filme divertido.
    Bom fim-de-semana ou o que resta dele.
    Cris

  2. Já tenho este filme, mas ainda não o vi 🙁 . Também me parece estar muito divertido, ver se nos próximos dias arranjo tempo para o ver.

  3. Jay Pee diz:

    Entao Edgar tass bem?
    ainda nao vi esse filme…deve estar fixe… mas nao entra ninguem k eu conheça…
    ve la se metes aí informacoes agora do festival do estoril que acho k começa hoje ate dia 22…
    ja agora, faz tb uma analise ao “O Lar” e o “Apoteose”…sao dois documentarios agora novos do Tó Correia… o Lar foi ontem escolhido para um festival no mexico…
    abraço

  4. Boas Jay Pee!
    De facto o filme está muito bom, aconselho vivamente!
    Em relação ao Festival de Estoril…vou dar ainda hoje essa informação.
    Gostaria de postar aqui informações desses dois documentários, mas não consigo arranjar os respectivos trailers. Se por acaso conseguires arranjar… ficaria agradecido. 😉

    Obrigado pelo comentário.
    Abraço.

  5. Jay Pee diz:

    ya agr ja deves ter visto…ja tao os dois trailers no youtube k eu pedi ao to correia para meter la…
    o lar ja vi aqui k ja postaste o apoteose tb la esta…
    abraço

  6. […] Segundo Salomé», de Mário Barroso (20.314 espectadores – 81 mil euros) 21 – «Dot.com», de Luís Galvão Teles (28.146 espectadores – 96 mil euros) 20 – «Um Tiro no […]

  7. Katalin diz:

    Olá ao todos,

    Alguém conseguia me emprestar o filme???
    Qualquer forma serve, e é muito importante.:-)

    Fico aguradar resposta,
    Obrigada,
    Katalin

  8. Anabela ALexandrino diz:

    Hilariante e cáustico, uma boa mistura à boa maneira portuguesa de fazer filmes de humor.. Bravo Galvão Teles!

    o filme é excepcional, desde as imagens ao enredo – que me deixou, é claro, com o gostinho saboroso da “vitória patriótica”… é como reza o ditado: de espanha, nem bons ventos, nem bons casamentos..
    obrigada pela divertida tarde que passei a ver o filme.
    gostei tanto que já o recomendei a muitos amigos

  9. Carla diz:

    Alguém consegue me emprestar o filme

    Estou muito curiosa

Coloque um Comentário



Pode criar uma imagem para mostrar com o seu comentário Gravatar.