Indie Lisboa 2009 com 29 Filmes Portugueses

Começa hoje, no Cinema São Jorge, a 6ª Edição do Indie Lisboa – Festival Internacional de Cinema Independente. A programação inclui 66 documentários, 40 animações, 29 filmes experimentais e 115 longas-metragens, ao todo são 263 sessões distribuídas pelas salas do Fórum Lisboa, Cinema São Jorge, Cinema Londres, Museu do Oriente e Cinema City Classic Alvalade.

Como é óbvio, o cinema português marca presença no festival. “Águas Mil”, de Ivo Ferreira, foi a única longa-metragem portuguesa seleccionada para a Competição Internacional; para a Competição Internacional de Curtas-metragens foram seleccionadas: “Algo Importante” de João Fazendas, “Arca d´Água” de André Gil Mata, “Arena” de João Salaviza e “Pássaros” de Filipe Abranches.

Na Competição Nacional estão seleccionados os seguintes filmes: “Águas Mil”, “Birth of a City”, de João Rosas, “Muitos Dias tem o Mês” de Margarida Leitão e “Ruínas”, de Manuel Mozos, todos eles na secção Longas-metragens. Na secção Curtas-metragens estão: “A Nossa Necessidade de Consolo”, de André Santos, “Visionary Iraq”, de Gabriel Abrantes, “Um Roupão Vermelho Sangue”, de Pedro Caldas, “Arca d´Água”, “Montanha Fria”, de Luís Alves, “Algo Importante”, “Visita Guiada”, de Tiago Hespanha, “Pássaros”, “Crime / Abismo Azul / Remorso Físico”, de Edgar Pêra, “Alasca”, de Miguel Seabra, “Arena”, “Sangre Frio”, de Patrick Mendes, “Santos dos Últimos Dias”, de Leonor Noivo, “Passeio de Domingo”, de José Miguel Ribeiro, “Exótica”, de Sérgio Cruz e “Vai Com o Vento”, de Ivo Ferreira.

Estão ainda seleccionados os filmes: “Aldina Duarte: Princesa Prometida”, de Manuel Mozos, na secção IndieMusic; “Arise (Zona)”, de Pedro Maia, e “Uns Tantos Milhares de Negativos”, de Paulo Seabra, ambos na secção Director’s Cut Curtas; e ainda “Onde Quer Que Vás, Lá Estarás”, de Sara Barbas”, na secção IndieJúnior.

O cinema português não fica por aqui, vão ainda participar fora de competição os seguintes documentários: “Bartolomeu Cid dos Santos – Por Terras Devastadas”, de Jorge Silva Melo, “Manuel Hermínio Monteiro”, de André Godinho, “Nuno Teotónio Pereira”, de Joana Cunha Ferreira e “Falamos de António Campos”, de Catarina Alves Costa.

Manoel de Oliveira, também marcará presença no festival com o seu mais recente filme “Singularidades de Uma Rapariga Loura”, em antestreia Nacional.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivado em: Festivais de CinemaNotícias

Coloque um Comentário



Pode criar uma imagem para mostrar com o seu comentário Gravatar.