Noite Escura

Noite escura, um filme de João Canijo

Sinopse:
Uma noite escura de inverno algures na província portuguesa.
Uma casa de alterne onde está a começar mais um dia de trabalho para a família que a gere, pai (Fernando Luís), mãe (Rita Blanco) e duas filhas (Beatriz Batarda e Cleia Almeida), as raparigas que entretêm e seduzem os clientes, um mundo de falsas aparências e onde os sonhos de uma outra vida acabarão por se desfazer.
Porque o pai, a quem um negócio correu mal, se verá obrigado a sacrificar a sua filha mais nova, e assim acabará por destruir toda a sua família…

Ficha Técnica:
Realização: João Canijo
Argumento: João Canijo e Pierre Hodgson com Mayanne Von Ledebur
Produtor: Paulo Branco
Música: Alexandre Soares
Ano: 2004
Género: Drama, Crime
Duração: 94’

Elenco:
Fernando Luís (Nelson Pinto)
Rita Blanco (Celeste Pinto)
Beatriz Batarda (Carla Pinto)
Cleia Almeida (Sónia Pinto)
Natalya Simakova (Irka)
José Raposo (Nicolau, Nelson’s Associados)
Dmitry Bogomolov (Fyodor)
João Reis (Namorado da Sónia)
Anna Belozorovich (Amiga da Irka)
Antonio Ferreira (Pressure Cooker)
Ramón Martinez (Sebastião)
Ana Luísa Leão (Paloma)
Anabela Moreira (Rute)
Helena Alves (Íris)
Jinie Rainho (Brigina)

Prémios:
Coimbra Caminhos do Cinema Português (2005) – Melhor Filme (júri oficial do festival e júri da imprensa)
Globos de Ouro, Portugal (2005) – Melhor filme e Melhor actriz (Beatriz Batarda)
CINEPORT, Brasil (2005) – Troféu Andorinha para Melhor Edição/Montagem – João Braz e Jackie Bastide

Nomeações:
Festival de Cannes, França (2005) – Selecção Oficial – Un Certain Regard
Festival de Montreal, Canadá (2004) – Competição dos continentes – Europa
Festival de Senef, Coreia do Sul (2004) –Em competição
Festival de Cinema de Bergen, Noruega (2004) – Em competição
Indielisboa, Portugal (2004) – secção observatório
Festival Internacional de Cinema de Vancouver, Canadá (2004)

Outros Festivais em que participou:
Festival Internacional de Cinema de Haifa, Israel (2004))
São Paulo, Brasil (2004)
Festival de Cinema de Kerala, Índia (2004)
Danish Film Institute, Copenhaga (2004)

Nota:
Como prometi, aqui está mais um filme do grande realizador João Canijo. “Noite Escura” está sem dúvida entre os melhores filmes portugueses (para muitos é mesmo o melhor).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivado em: Filmes

Comentários (1)

Trackback URL | Comentários RSS Feed

  1. Renato Costa diz:

    Uma “boite” pode ser um local explosivo…

    Dívidas por saldar, homicídios, mentiras, incesto, tráfico, infidelidades, prostituição, máfia… são todos os ingredientes de um argumento espantoso e onde o realizador, João Canijo, cria o ambiente perfeito até à tragédia final.

    Muito recomendado.

Coloque um Comentário



Pode criar uma imagem para mostrar com o seu comentário Gravatar.