Singularidades De Uma Rapariga Loura

Singularidades De Uma Rapariga Loura, um filme de Manoel de Oliveira

Antestreia do filme dia 28 de Abril no Festival Indie Lisboa 09

Sinopse:
Macário (Ricardo Trêpa) ocupa o lugar de contabilista do armazém do tio Francisco (Diogo Dória), em Lisboa. É o seu primeiro emprego. Do outro lado da rua habita Luísa Vilaça (Catarina Wallenstein), a rapariga loura por quem logo se apaixona perdidamente. Quer casar com ela. De imediato. Acabou de a conhecer, mas não pode esperar. O tio discorda, despede-o e expulsa-o de casa. Macário vai contando estas atribulações amorosas a uma senhora desconhecida, numa viajem de comboio a caminho do Algarve. Continuando a história, parte, mas leva a certeza de que não desistirá da amada – o que pode um tio contra o mais genuíno amor? Segue para Cabo Verde, onde consegue enriquecer. Quando volta, tem já a aprovação de Francisco para o casamento. Vai, finalmente, desposar Luísa Vilaça. Que mais poderia desejar? É só então que descobre a “singularidade” do carácter da noiva. Uma extraordinária adaptação do conto original de Eça de Queiroz.

Ficha Técnica:
Realização: Manoel de Oliveira
Argumento: Manoel de Oliveira (Adaptação do livro de Eça de Queiroz)
Produtor: François d’Artemare
Ano: 2009
Género: Drama, Romance
Duração: 63’

Elenco:
Catarina Wallenstein (Luísa Vilaça)
Rogério Samora
Leonor Silveira
Ricardo Trêpa (Macário)
Miguel Guilherme
Luís Miguel Cintra
Carlos Santos (Caixeiro)
Diogo Dória (Tio Francisco)

Festivais em que participou:
Festival de Berlim, Alemanha (2009) – Berlinale Special

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Arquivado em: EstreiasFilmes

Comentários (9)

Trackback URL | Comentários RSS Feed

  1. […] de Oliveira, também marcará presença no festival com o seu mais recente filme “Singularidades de Uma Rapariga Loura”, em antestreia […]

  2. margarida santos diz:

    Fui ver e gostei imenso.O facto de ter sido adaptado aos dias de hoje, tornou o filme mais leve e compreessível.

  3. Angie diz:

    Queria tanto ver estes filmes portugueses. Mas não chegam ao cinema de Évora. É frustante!

    Descobri agora o site e estou a adorar. Parabéns!

  4. Olá Angie,

    A sério? Não existe nenhuma sala perto de Évora que apresente este filme? É uma pena que isso aconteça, mas o problema é não existir pessoas suficientes interessadas no nosso cinema.

    Obrigado pelo comentário e pelo apoio.

    Cumprimentos.

  5. […] “Singularidades de Uma Rapariga Loura“, de Manoel de Oliveira, e “Morrer Como Um Homem”, de João Pedro Rodrigues, foram seleccionados para o Festival Internacional de Cinema de Toronto, no Canadá. […]

  6. Norma A.Moreira diz:

    Gostaria de comprar o filme “Singularidades de uma rapariga loura” poderiam me dizer onde encontro. Já procurei em vários sites e até agora nada.
    obrigada,
    Norma

  7. Olá Norma,

    O filme ainda não tem edição em DvD, por isso, vai ter de aguardar mais algum tempo.

    Cumprimentos.

  8. […] Grandes Realizadores Europeus está o cineasta mais velho do mundo, Manoel de Oliveira, com o filme Singularidades de Uma Rapariga Loura. O filme Uma Aventura na Casa Assombrada, de Carlos Coelho da Silva, está na secção Panorama […]

  9. Leandro diz:

    Esse filme é simplesmente horrível! Parece uma gravação amadora. O elenco é muito fraco e as tomadas de cenas são tenebrosas!

Coloque um Comentário



Pode criar uma imagem para mostrar com o seu comentário Gravatar.